Não publicado CAPÍTULO VII - CONCESSÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA

Artigo 41º - Os candidatos à obtenção do Titulo de Especialista em Circulação Extracorpórea pela SBCEC devem preencher os seguintes requisitos:

  1. Ser membro especialista da SBCEC e estar adimplente com a mesma.
  2. Apresentar Certificado de Conclusão de Nível Superior em: Biologia, Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia, e/ou Medicina.
  3. Ser egresso de Centro Formador da SBCEC;
  4. Ter realizado no mínimo cem (100) procedimentos de Perfusão, sendo estes possíveis com preceptor.
  5. Ser aprovado em exame específico para obtenção do Título de Especialista ministrado pela Diretoria da SBCEC, com média de acerto igual ou superior a setenta por cento do valor total da prova, ou seja, nota mínima igual a 7,0.
  6. Pagamento da taxa de inscrição no valor estipulado para o exame constado em edital.
  7. Carta de apresentação assinada e carimbada pelo cirurgião chefe de Serviço de Cirurgia onde foram realizadas as 100 (cem) perfusões e por um Perfusionista que esteja adimplente e que seja Membro Titular, atestando conduta ilibada nesta função.
  8. Se aprovado em exame específico, apresentará um trabalho científico, em até 24 meses para receber o Título de Especialista. A não apresentação do trabalho no prazo determinado invalidará o exame específico, sendo obrigatório novo exame para titulação.
  9. Após aprovação da prova teórica, se faz necessário ser aprovado em exame de prova prática por comissão encaminhada pela Diretoria da SBCEC, em um prazo de até 1 ano após data de aprovação na prova teórica.

  • Parágrafo 1º - A Diretoria da SBCEC deverá solicitar, em tempo hábil, a relação dos documentos necessários para a realização da prova e comunicar a todos os associados com trinta dias de antecedência do prazo estipulado para a entrega destes, através de ampla divulgação.
    • Parágrafo 2º - A prova realizar-se-á ordinariamente durante os Congressos da SBCEC, anualmente, podendo ser aplicada extraordinariamente além das datas do Congresso desde que seja comunicado o local e a data da prova a todos os associados da SBCEC, através de convocação extraordinária.
    • Parágrafo 3º - A emissão do Título de Especialista dependerá criteriosamente da aprovação de todos os itens descritos nas alíneas deste artigo.
    • Parágrafo 4º - A SBCEC se reserva o direito de averiguar qualquer informação fornecida pelos candidatos, quando julgar necessário ou conveniente.
    • Parágrafo 5º - As informações contidas nos documentos são de responsabilidade do candidato. Irregularidades nas informações verificadas após o exame invalidam a prova do candidato e o Título de Especialista eventualmente obtido.
    • Parágrafo 6º - É obrigatório a publicação de um edital público, confeccionado pelo Conselho Científico e aprovada pela Diretoria, para a divulgação das regras para a obtenção do Título de Especialista em Circulação Extracorpórea pela SBCEC.
    • Parágrafo 7º - O título da SBCEC terá validade de 4 anos, sendo renovado por igual período através de pontuação definida pelo Conselho Científico no primeiro mês de cada ciclo.
    • Parágrafo 8º - Aqueles que não renovarem o Título de Especialista como descrito no parágrafo 7º, estarão sujeitos as restrições do conselho científico.
  •   Parágrafo 9º - Perderão automaticamente o Título de Especialista todos os associados que estiverem enquadrados no Artigo 18°.

 

Artigo 42º - Os candidatos à obtenção do Título de Especialista em ECMO pela SBCEC devem preencher os seguintes requisitos:

  1. Ser perfusionista proveniente de instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação, Conselho Estadual de Educação, Centro Formador reconhecido pela SBCEC ou apresentar Título de Especialista em Perfusão pala SBCEC;
  2. Ser membro da SBCEC e estar em dia com as anuidades;
  3. Ter experiência comprovada como especialista em pelo menos 120 horas em procedimentos de ECMO no período de até 2 anos;
  4. Ter participado do “Curso de atualização em ECMO” com carga horária mínima de 12 horas ministrado pela SBCEC;
  5. Ter participado de algum curso de aprimoramento em ECMO de no mínimo 20 horas de duração. (Não vale soma de vários cursos)

 

  • Parágrafo 1º - A Diretoria da SBCEC deverá solicitar, em tempo hábil, a relação dos documentos necessários para a realização da prova e comunicar a todos os associados com trinta dias de antecedência do prazo estipulado para a entrega destes, através de ampla divulgação.
    • Parágrafo 2º - A prova realizar-se-á ordinariamente durante os Congressos da SBCEC, anualmente, podendo ser aplicada extraordinariamente além das datas do Congresso desde que seja comunicado o local e a data da prova a todos os associados da SBCEC, através de convocação extraordinária.
    • Parágrafo 3º - A emissão do Título de Especialista dependerá criteriosamente da aprovação de todos os itens descritos nas alíneas deste artigo.
    • Parágrafo 4º - A SBCEC se reserva o direito de averiguar qualquer informação fornecida pelos candidatos, quando julgar necessário ou conveniente.
    • Parágrafo 5º - As informações contidas nos documentos são de responsabilidade do candidato. Irregularidades nas informações verificadas após o exame invalidam a prova do candidato e o Título de Especialista eventualmente obtido.
    • Parágrafo 6º - É obrigatório a publicação de um edital público, confeccionado pelo Conselho Científico e aprovada pela Diretoria, para a divulgação das regras para a obtenção do Título de Especialista em ECMO pela SBCEC.
    • Parágrafo 7° - O título da SBCEC terá validade de 4 anos, sendo renovado por igual período através de pontuação definida pelo Conselho Científico no primeiro mês de cada ciclo.
    • Parágrafo 8° - Perderão automaticamente o Título de Especialista todos os associados que estiverem enquadrados no Artigo 18°.