(19) 3242-5748 | Whats: (19) 99606-6725 e (19) 97152-0271
Esclarecendo dúvidas quanto ao Título de Especialista em Perfusão

 

 

Título de Especialista em Perfusão

 

Existem dúvidas comuns entre os amantes da perfusão, as instituições e os próprios perfusionistas: como funciona a titulação de especialista em perfusão? Quais entidades ofertam esta titulação?

A SBCEC é a única entidade científica que regulamenta a ação da perfusão no Brasil. Ela é a única entidade que oferta o Título de Especialista reconhecido pelos principais Conselhos Federais dos cursos da área da saúde. Portanto, apenas o título de especialista da SBCEC possibilita a habilitação de um profissional como Perfusionista.

É fundamental que as instituições que empregam estes profissionais exijam o título de especialista da SBCEC – uma garantia da qualidade deste profissional. Caso esta exigência não seja feita, a entidade torna-se cúmplice por qualquer ato que ocasione dano ao paciente devido à um procedimento de circulação extracorpórea mal realizado. Esta é a posição oficial da Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea, e de todos os conselhos federais como CFBM, COFEN, CFF, CFBIO e COFFITO, a partir do momento que estes reconhecem a SBCEC como única instituição a oferecer o Título de Especialista em Circulação Extracorpórea.

Atualmente outras entidades oferecem títulos de especialista em perfusão, como, por exemplo, o CLAP – Conselho Latino Americano de Perfusão. O CLAP foi criado para estimular o desenvolvimento do profissional perfusionista em toda América Latina, e como um dos objetivos, a oferta de uma certificação voluntária para avaliar a formação destes profissionais. Portanto, o título do CLAP é mais uma certificação de qualidade do profissional, mas não substitui ou exclui o título de especialista da SBCEC. Para a habilitação da atividade no Brasil, este e outros títulos de outras entidades não servem para validação do profissional.

Além disso, a Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea – SBCEC atualmente trabalha, juntamente com outras entidades como a SBCCV, nas diretrizes brasileiras da perfusão, que unificará as leis existentes nos dias de hoje.